template-homem-na-lua.png









NASA

A NASA - National Aeronautics and Space Administration (Administração Nacional da Aeronáutica e do Espaço) foi criada em julho de 1958 pelos EUA, com o objetivo de superar a União Europeia, na Corrida Espacial.
 
A partir de sua criação, eles foram substituindo silenciosamente a NACA, antiga Comissão Aeronáutica, e iniciaram seus objetivos, muitas vezes sem sucesso, para colocar objetos em órbita e, também, pessoas. Seus objetivos, atualmente, são amplos e desafiadores, dentre eles levar o homem a Marte.
 
História
 
Wernher von Braun, um cientista alemão que trabalhou para os americanos, queria criar o primeiro satélite que orbitasse à Terra. Ele trabalhou no programa alemão de foguetes e era mestre nesse ramo. Enquanto isso, os soviéticos faziam inúmeros testes trabalhando secretamente para surpreender o rival. Após os técnicos encontrarem um erro na soldagem dos equipamentos, esse foi corrigido e em 4 de outubro de 1957, antes de anunciarem ao mundo, o Sputinik (um satélite), passou pelos Estados Unidos sem ser percebido. O satélite dava pequenos bipes por toda a América, em radioamadores enquanto orbitava pela Terra.

O Congresso norte-americano ficou espantado com tamanha façanha e começaram a focar nos seus planos de viagem espacial. Anteriormente, as pesquisas de mísseis eram realizadas pela Força Aérea dos EUA, a USAF, já as pesquisas aeronáuticas eram realizadas pela Comissão Nacional de Assessoria Aeronáutica, a NACA.

Com isso, em 1958, o presidente norte-americano, Dwight D. Eisenhower, criou uma lei regulamentando a criação de uma nova agência federal, que realizaria todas as atividades no espaço.

A NASA foi criada em 29 de julho de 1958. Depois de 43 anos de pesquisas, a NACA foi substituída e o seu objetivo inicial era levar pessoas ao espaço. O primeiro satélite lançado pelos EUA foi o Explorer 1 e, com ele, houve a possibilidade de identificar os cinturões de radiação de Van Allen e o impacto dos micrometeoritos. Após mais de 58.000 órbitas, se incendiou na atmosfera terrestre.

Em competição à primeira sonda lançada pelos soviéticos, a Lunar 2, foi enviada para explorar a Lua. Os EUA criaram, também, as sondas Pioneer, a maioria dos testes foi um fracasso. Por meio dessas sondas, os americanos esperaram de 1958 a 1959 até que houvesse a transmissão de radiação e imagens da superfície da lunar.
 
historia-espaco.jpg
 
 
Grandes missões da NASA
 
 
 

Apollo -  advindo dos projetos Mercury e Gemini e pelos planos soviéticos com o Sputnik, foi o primeiro satélite a entrar na órbita da Terra. O objetivo do programa era enviar o primeiro homem à Lua e trazê-lo à Terra com segurança. Isso se nota ao analisarmos a história da ida do homem à Lua. Os primeiros astronautas nem chegaram a entrar no espaço, pois morreram  na decolagem, durante a missão Apollo 1, num incêndio. Mas na missão Apollo 11, em 1969, eles conseguiram chegar à Lua. Uma das contribuições do programa Apollo foi a construção da estação espacial Skylab e o satélite Landsat Earth e também materiais que protegeriam o módulo lunar na volta para a Terra.

Sondas – as sondas espacias foram se desenvolvendo desde o início dos projetos. Antes, as imagens eram enviadas em preto e branco. Atualmente, com computadores avançados, várias imagens são produzidas em segundos, coloridas e em alta resolução.

  • Sol - foi explorado pelo módulo experimental remoto, em 1974, com o Skylab, a primeira estação espacial experimental nos Estados Unidos localizada na órbita da Terra. Os chamados Satélites Solar Terrestrial Relations Observatory (STEREO) da NASA, são sondas lançadas em 2006, que analisaram o Sol, em 3D, pela primeira vez.

  • Mercúrio – Em 1974, na missão Mariner 10, o planeta Mercúrio foi analisado. Depois de 30 anos, a sonda MESSENGER voltou ao planeta em busca de outros dados sobre ele.

  • Marte – Em 1965, a sonda Mariner 4, enviou imagens da superfície desse planeta. Com 21 imagens fotografadas pela sonda, foi possível ver que o solo era estéril e cheio de crateras. O envio das imagens foi trabalhoso, sendo a quantidade de dados equivalente a 5,2 milhões de bits.

  • Mars Reconnaissance Orbiter (MRO) – foi lançada a 40 anos, depois da Mariner 4, chegando à órbita de Marte em 2006. Ela começou a fazer a exploração do planeta. Em 2008, a sonda fotografou avalanches marcianas. As imagens enviadas têm por tamanho Gb e são comprimidas e enviadas à Terra com uma tecnologia mais avançada.

  • Saturno – foi explorado pela sonda Pioneer 11, em 1979, quando essa visitava e explorava outros planetas do sistema solar. A primeira a ingressar na órbita desse planeta, em 2004, foi a sonda Cassini-Huygens, descobrindo três novas luas e captando, em 2006, cerca de 165 imagens por aproximadamente três horas.

  • Júpiter – a sonda a percorrer o planeta foi a Voyager 1,  que concluiu a missão em abril de 1979, com 18.000 fotografias. As fotos foram perfeitas e mostraram que a superfície de Júpiter era listrada. A sonda trouxe muitas descobertas, dentre elas: a de que o planeta possui quatro luas. A sétima missão da NASA a Júpiter é a New Horizons. A sonda pretende explorar Plutão e se aproveitou para fazer outras pesquisas sobre o Sistema Solar. Em 2007, a sonda fotografou uma lua do planeta com atividades vulcânicas.

nave-espacial.jpgA Colônia Lunar – O plano de George W. Bush, feito em 2004, foi de iniciar uma nova exploração espacial. Desde o programa Apollo, existe uma tentativa da NASA de enviar os astronautas novamente para uma nova missão. O chamado programa Constellation quer enviar, em 2020, um grupo de cientistas à Lua, a afim de se preparar para estar em Marte. Em substituição do ônibus espacial por um Veículo de Exploração Tripulado, capaz de suportar cargas e realizar viagens longas, as missões Órion contarão com uma espaçonave mais potente e  será o início da fase de testes para enviar as tripulações a Marte.

  • Órion – é uma espaçonave que surgiu da junção dos programas anteriores feitos pela NASA, cuja missão é retornar a Lua. De acordo com as pesquisas feitas, eles já sabem o local que irão pousar, a Cratera Shackleton, que fica na região polo sul lunar. A expedição será diferente da Apollo, que lançou apenas um módulo e, desta vez, os astronautas passarão uma semana fazendo pesquisas na Lua. Seu projeto é instalar uma base lunar permanente e isso será uma preparação para a viagem a Marte.
 
Satélites - foram lançados no espaço para fotografar e oferecer dados sobre previsão do tempo e a química da atmosfera. Nos anos 50, foi lançado o TIROS - Satélite de Observação de Televisão Infravermelho, um projeto que, em 1960, lançou o primeiro satélite meteorológico do mundo, inovando as imagens sobre previsão do tempo.
 
Outro foi o LANDSAT, o primeiro satélite de observação terrestre. Foi lançado em 1972 e trouxe dados essenciais sobre o planeta Terra. Outro programa é o EARTH SCIENCE ENTERPRISE, que auxilia na descoberta das mudanças da Terra e das consequencias disso para o planeta. O Sistema de Observação da Terra (EOS), atualmente, coordena 19 satélites que estão observam a Terra.
 
Telescópio Espacial Hubble - foi lançado no espaço com defeito de fabricação em uma de suas lentes. Consertado em 1993, na ida de um ônibus espacial, é capaz de enviar imagens maravilhosas sobre o cosmos.
 
Estações espaciais - iniciada desde 1950, anteriormente já havia projetos de estações espaciais que orbitassem a Terra. Em 1973, foi lançado o Skylab que permaneceu no espaço apenas por seis anos. Ele provaria que o homem poderia viver no espaço por longos períodos.
 
Em missões de 28, 59 e 84 dias, os astronautas começaram a se sentir fracos e abalados, chegando a adquirir a Síndrome do Edifício Doente. Eles foram melhorando por causa de uma planta colocada na estação que aumentou a qualidade do ar. Outro projeto foi o Freedom, anunciado, em 1984, pelo presidente Reagan, que apesar de não ter saído do papel, contribui com a criação da Estação Espacial Internacional e o programa Constellation.
 
Ônibus espacial - seu projeto foi sugerido desde 1933, pelo Dr. Eugen Eugen Sänger, um cientista alemão. A tecnologia utilizada por ele era combinada a um avião e a um foguete, um 'Silverbird', veículo impulsionado por um foguete. Era conhecido como foguete-avião.
 
Após 1972, o presidente Nixon aprovou o projeto e a NASA começou a desenvolver uma espaçonave eficiente, sendo o primeiro Ônibus Espacial um foguete-avião com asa em delta X-20A Dyna-Soar. O Ônibus Espacial Columbia STS-1 foi o primeiro a ir ao espaço, em 1981. Depois desse, surgiram o Discovery, o Endeavour, o Challenger e o Atlantis. Alguns deles apresentaram problemas técnicos, causando desastres. Eles foram aposentados em 2010, e seu substituto será o Órion.
 
Missão Tripulada a Marte – Na preparação do homem à Lua, a NASA estará desenvolvendo mecanismos e equipamentos para que a sua permanência seja longa e também para que o homem possa se adaptar ao ambiente. Eles têm planos ambiciosos para enviar o homem a Marte.



Site desenvolvido por KERDNA Produção Editorial LTDA