template-homem-na-lua.png









A história


O homem na órbita da Lua

21 de dezembro de 1968

Na década de 60, Frank Borman, Bill Anders e Jim Lovell foram os astronautas a explorar a missão Apollo 8. Resultado do programa Apollo, anteriormente, os EUA já realizavam testes com os softwares Mercury e Gemini. De início, foi a missão 7 e 8 em que astronautas orbitaram à Terra pela primeira vez. Essa última missão deu origem às outras, em que a nave chegou à órbita da Lua: a viagem durou sete dias e seis noites.

Na nave Saturno V, eles partiram do Cabo Kennedy pela manhã e, antes disso, para se preparar, fizeram os últimos exames médicos às duas horas e meia da madrugada. Houve a checagem de todos os equipamentos e cerca de 350.000 pessoas, em 20.000 companhias, trabalharam por 10 anos para que essa fosse a viagem perfeita: além de longa, custou um alto preço (1,2 trilhão de cruzeiros velhos).

A partida do Saturno foi um espetáculo de notícias em todas as partes. Na época, o presidente era Richard Nixon e esse, no momento da decolagem, estava junto de Kurt Debus que disse “go”, que significa “sigam” ao final da contagem regressiva. Aos 10  minutos depois da partida, a nave estava a 1000 quilômetros e já se via um pequeno ponto brilhante percorrendo o céu da Flórida.

 
Desafios

 

Nos primeiros momentos, os astronautas passaram por dois desafios:

  • Durante a decolagem, eles ficaram sem contato com o comandante, na Terra, por falha na aparelhagem, ou seja, estavam viajando de olhos fechados.

  • Até percorrerem 10 órbitas em torno da Lua, cerca de 45 minutos, o satélite, que ficou entre a nave e a Terra, estaria incomunicável. Se algo ocorresse nesse período, como chuva de meteoros ou choques, tempestades solares, defeitos na nave, etc., eles teriam de retornar à Terra, utilizando o pequeno cérebro da espaçonave e não dos computadores terrestres, em Houston.

 

Apesar deles estarem à frente da União Soviética, na corrida espacial, eles não conseguiram pisar na Lua. Passaram por diversos desafios no espaço, mas conseguiram retornar à Terra e estavam animados para a próxima viagem, pois essa foi considerada um sucesso!


Os americanos já planejavam outra viagens, uma que ocorreria no ano de 1969, com mais cinco missões, sendo uma das mais importantes a missão 9, fase de testes e, a missão 10, um verdadeiro ensaio para o pouso na Lua.


historia-homem-lua.jpg Os primeiros passos na Lua

20 de julho de 1969


Após todos os projetos, provenientes da missão Mercury (projeto de testes com robôs e animais no espaço e o primeiro astronauta a entrar na órbita da Terra por 15 minutos) e o programa Gemini ( desenvolvimento de uma nave capaz de transportar dois astronautas - trazendo a possibilidade do homem estar em curto período de tempo fora da nave), surge a missão Apollo 11. Neil Armstrong foi considerado o primeiro homem a pisar na Lua. Junto com ele estavam Buzz Aldrin e Michael Collins, numa viagem de 400 mil km até a Lua. Durante oito dias, eles viajaram pelo espaço.

Este é um pequeno passo para um homem, mas um salto gigantesco para a humanidade.” foi uma das frases dita por Armstrong. A bandeira dos Estados Unidos foi fixada em solo lunar, juntamente com uma placa que dizia: “Aqui os homens do planeta Terra pisaram pela primeira vez na Lua. Julho de 1969. Viemos em paz, em nome de toda a humanidade”.

Na volta da viagem, vestígios de rochas foram trazidas para laboratório. Depois de quatro dias, retornaram a Terra e foram isolados, caso houvesse risco de alguma contaminação. Os soviéticos parabenizaram os Estados Unidos, mesmo não se conformando com a derrota.

Após isso, houve mais outras missões, a Apollo 12, com objetivo de investigar crateras, em 1969, e Apollo 13, no início de 1970. Apesar dos problemas ocorridos na viagem, os astronautas tomaram as medidas corretas. Esse projeto durou cerca de duas décadas, sendo investido mais de 40 milhões de dólares. A tecnologia espacial não somente foi utilizada para essas viagens, mas em outros segmentos industriais. Uma das metas da NASA é que o homem pise na Lua novamente em 2015.




Site desenvolvido por KERDNA Produção Editorial LTDA